Blog

Produção de pepino em Hidroponia

Produção de pepino em Hidroponia

Que uma das vantagens da hidroponia é o aumento da produtividade do pepino, todos sabem! Porém, o objetivo deste artigo é destacar que a escolha certa do híbrido de pepino é fator fundamental para o sucesso, na rentabilidade, na produtividade e na qualidade de fruto.

Ao se adotar a hidroponia para o cultivo do pepino, o uso de estufa é fator associado a esta escolha e, consequentemente, a aplicação de telas laterais é um fator utilizado no projeto. Porém, o uso de barreias físicas como as telas pode reduzir a entrada de polinizadores (abelhas) para fecundação de frutos, o que é de fundamental importância para o pepineiro.

Uma forma de minimizar os efeitos deletérios de uma baixa polinização e, consequentemente, uma baixa produção e rentabilidade é a escolha correta do híbrido de pepino para a produção em sistema hidropônico.

Em função disto, o entendimento mínimo da genética da planta é fundamental neste processo de escolha. Por exemplo, vocês sabiam da existência de híbridos de pepino específicos para o cultivo em hidroponia?

Assim, e apesar da existência de diferentes tipos de pepino, tais como o caipira, o para conserva, o aodai e o japonês (este inclusive sendo o mais utilizado em hidroponia), você produtor deve atenta-se para a seleção de híbridos que possuam como característica a não necessidade de polinização, pois esta alterará o seu formato alongado do fruto do pepino japonês, fator este que reduzirá qualificação de fruto na hora da comercialização.

pepino em hidroponia

Pepinos híbridos específicos para a hidroponia, por conseguinte, caracterizam-se por não necessitarem de polinização e por produzirem frutos sem semente, sendo também classificadas ou conhecidas como: híbridos ginóico-partenorcápicos. Assim, ao dividirmos a classificação genética (digamos assim), a parte ginóica caracteriza-se pela predominância, na planta, de flores femininas (fator este que aumenta a produção de frutos). E a parte partenocárpica significa a formação de frutos independentemente da necessidade de polinizadores no ambiente de cultivo protegido.

Mediante ao exposto, a adoção de híbridos de pepino ginóico-partenorcápicos é praticamente obrigatória na hidroponia, pelas vantagens que seguem:

  • Formação de frutos alongados (pepino japonês): O que confere melhor classificação na comercialização;
  • Existência de plantas com maior percentual de flores femininas, potencializando a acréscimos em produção e produtividade;
  • Independência de agentes polinizadores, como as abelhas, que pode ser um problema em estufas.
  • Em função disto, ao escolher produzir pepino em hidroponia não se esqueçam da aquisição de plantas que possuam as características supracitadas.

Além disso, contar com o equipamento correto é fundamental para obter um cultivo de qualidade. 

Muitos sistemas foram desenvolvidos com reservatórios internos que fazem o recolhimento do drenado com qualidade. Assim, é possível reaproveitar a solução nutritiva (desde que ela passe por um sistema de filtração e de redução da carga de microrganismos), evitando o desperdício e ter um impacto positivo nos gastos com a produção.

Bons cultivos ;)

Gostou deste artigo? Separamos alguns artigos que lhe podem interessar: